segunda-feira, 19 de setembro de 2011

A fala na hora errada, a interpretação e o esquecimento

Tomo a liberdade de reproduzir aqui comentário feito por Alberto Oliveira em seu blog, pois tudo que gostaria de escrever o jornalista descorreu de forma ímpar.



Flávio Lopes não é mais o técnico do CRB. Oficialmente, o técnico foi demitido na manhã deste domingo pelo presidente Marcos Barbosa, mas para bom entendedor, a demissão do técnico foi plantada desde a última quinta-feira, quando a direção exigiu a exclusão do meia Sidnei dos jogadores relacionados. Flávio tem temperamento e posicionamentos e choca com o presidente do CRB que possui as mesmas características. Entendo que a fala de Flávio Lopes expos algumas verdades da estrutura do CRB. Suas palavras foram mal interpretadas. Também entendo que o momento e o canal usados por Flávio não foram os corretos. Os questionamento deveriam ser internos. Vale lembrar que Flávio Lopes também fez observações em relação a infra-estrutura do clube em Sobral e durante a semana pela viagem desgastante. Nem por isto, o técnico foi demitido. Se a demissão de Flávio Lopes foi em função de declarações sobre a situação do clube, a fala de Aloísio Chulapa teve o mesmo peso e ninguém cogitou o desligamento do jogador. Espero que o CRB não se perca no seu objetivo de chegar a Série B e que a demissão possa ser uma correção de rumo. O tempo irá dizer se o CRB deu um passo correto ou se errou feio.

Um comentário:

  1. Claro que foi correto. Flávio Lopes já estava desgastado com a torcida.

    ResponderExcluir